A Campanha

Porque Campanha? Toda essa mobilização deveria ser obrigação do Governo, para manter a sociedade brasileira informada. Gastam-se milhões de reais em uma corrupção astronômica e o povo fica desinformado de como proceder e onde se dirigir nos casos de transplantes e doações de órgãos. Já mostramos que, nestas patologias, o tempo é fundamental para definir a vida ou a morte.

Baner do nicolinha para ser puplicado no site enviado ao Leonardo Nobrega Enquanto na TV pede-se ao povo para doar medula e sangue, encontra-se em vigor um decreto da Presidente Dilma estipulando que só se pode colher “04 medulas” por dia nos hemocentros do país. Hoje, existem cerca de 200 pessoas na fila de espera para um transplante de medula, e dessas, metade falece antes de encontrar um doador. Tudo por causa da demora nos procedimentos de captação e transplante. Não existem leitos e hospitais suficientes no Brasil.

 Não se precisa de campanha no Brasil, mas de política de adequação com prioridades, com gestão. Que nossos deputados revejam, mudem e criem leis que beneficiem este segmento da medicina tão importante para a sociedade – “DOAÇÃO E TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS”.

 Desabafos à parte, voltemos ao relato.

 
Deus fez a sua parte e os amigos perceberam. Uma carta publicada pelo pai e logo em seguida outra carta publicada pelo filho Carlos Perim, colocando todos a par de sua enfermidade e gravidade, foi como “fogo em capim seco morro acima” – como a nossa Ibituruna quando arde em chamas. Arderam no mundo inteiro e rapidamente as manifestações de apoio nos encheram de forças e expectativas no sentido de desenvolver ações para enfrentar tudo e ir atrás dos “Doadores de Medula”.

540116_102175439937456_1275461053_n Esse movimento também trouxe à tona as mazelas existentes nos órgãos que conduzem os transplantes de medula no Brasil (REDOME – REREME – Hemocentros – Banco de Sangue, etc.). Mostrou a diferença gritante existente entre a política nacional sobre competência, preços, e o tempo gasto na procura de doadores em comparação com políticas da mesma natureza praticadas, por exemplo, nos Estados Unidos. Lá tudo se resolve. O baixo custo, as técnicas, extrema competência e muita rapidez.

 Aqui, a lentidão de nosso sistema faz com que a doença fique mais grave, evolua para pior, aumentando em milhares o número de mortes, incluindo as de crianças lindas e guerreiras, como se vê todos os dias nas páginas especializadas no assunto.

 Que a “Campanha do Futuro” sirva para dar um basta nisso.

 Todos nós fizemos um trabalho memorável, inesquecível, com muitos frutos, onde de tudo aconteceu, especialmente a caridade, a reciprocidade e a vontade de ajudar ao próximo, todos com Fé, amizade, doação, mudanças de comportamento. Portas foram abertas, desmistificações e medos, liberdade de expressão, trabalho em equipe, etc. Fizemos sim, uma campanha com muito amor, é o que o governo deveria de fazer.

 Isto consola-nos, saber que fizemos nossa parte com resultados surpreendentes. Achamos que Deus usou a todos nós que participamos para mostrar a enorme carência que existe no mundo de amor ao próximo.

 Não há questionamentos. Deus o trouxe ao mundo, o colocou em nossas mãos, fez isto tudo acontecer… Mas muitos legados foram deixados pelo Nicolinha, que todos nunca iremos nos esquecer, uma vida muito iluminada, repleta de muita felicidade.

 Naquela tarde no Biocor-BH, Deus o levou. Voltou ao Criador e hoje está ao lado de Deus, iluminando, sorrindo, e com certeza, ajudando alguém.

 Agradecemos a Deus, aos familiares, amigos, conhecidos e desconhecidos pelos textos, mensagens, pelo apoio e por tudo.

campanha-doacao-medula 

Torcemos para que o governo seja menos corrupto, dando mais prioridade a saúde e a gestão. Assim, centenas de crianças, príncipes e princesas, que forem acometidos pelo mesmo mal, terão uma probabilidade muito maior de continuar aqui, no nosso plano, dando alegria as suas famílias.

 Temos que exigir de nossos governantes que criem novas leis e melhorem as leis já existentes, para dar um “Rumo mais Humano” a esta parte NEGRA de nossa medicina.

 Em nosso caso, quando pensávamos que já tínhamos atingido o auge de tudo, outra grande dadiva veio inesperadamente. Escolas, igrejas, cidades inteiras, principalmente dos EUA, instituições de vários países, sempre através de amigos, aportaram e cerraram fileiras junto conosco.

 Sabíamos da importância da campanha, pois a partir deste momento, com milhares de doadores em todo o planeta, aumentava a possibilidade de aparecer a medula para o Nicolinha e para milhares e milhares de pessoas necessitadas pelo mundo afora, isso porque os bancos mundiais de medula são interligados entre si e respondem em 24hs sobre as consultas. Começamos então a enxergar o futuro deste site na doação de sangue, medula, plaquetas e outros derivados. E aqui, começamos a formatar o que Carlos Perim pedia sempre… LEVEM EM FRENTE ESTE TRABALHO… estamos levando, mas precisamos contar com amigos, agora nesta parte internacional, aumentando a rede de coleta de medula.