7 Dias Depois… A Missa


foto missaPor: Thiago, Nicole ,Natalia e Nayara

Foram eles, ele e seus amigos, especialmente o pessoal de Governador Valadares, como Victor Perim, Gregory, Amanda, Zé Ismar, Ane, Barbara,Mateus, Mari, Winy, entre muitos outros que não recordo os nomes, que se movimentaram para fazer algo que fosse da sua vontade, do seu jeito, que parecesse totalmente com ele. Enfim, que fosse a sua “cara”. Esse foi o pedido que a família fez ao grupo que se prontificou a organizar a missa e outros itens do site.

Estávamos, portanto, preparados para fortes e grandes emoções, em uma cerimônia religiosa tradicional, preparada pelos jovens amigos. Como seria?

Logo na entrada da igreja, vimos que seria difícil para nós. Emocionados ao extremo, numa igreja totalmente cheia, entramos de mãos dadas. Assim que entramos, algo nos chamou a atenção: Já nos bancos da frente, dezenas de jovens com uma camisa estilizada, a moda dele, que trazia estampado seu rosto, seu sorriso, sua alegria, e uma frase: “Seu Sorriso para Sempre na Mente”.catedral

E viriam mais emoções: chegaram às nossas mãos mais lembranças, uma revista com dezenas de fotos de toda a sua vida, com toda a missa impressa, além de um DVD sobre ele, tudo isto com a participação da suas irmã Natalia , Nicole e Nayara. Um conjunto de lembranças dele, para todos e para sempre. Ficamos felizes. Sorrimos? Talvez, não me lembro.

camisa2Mesmo nesta situação, penso que momentos de alegria, de lembranças emocionantes, podem coexistir com a saudade, a dor e a tristeza. Basta imaginar e criar isso em nossas mentes. Não temos só que ficar tristes e sofrendo. Foi uma espécie de oxigenação dentro de nós, naquela hora, vendo tudo acontecendo, a demonstração de carinho prestada, os sorrisos, mesmo com o coração doendo e com lágrimas nos olhos.

Muitos abraços apertados, demonstração viva de sentimentos, muitas palavras carinhosas em nossos ouvidos que nos ajudaram a cumprir este ato.

padre-vidalComeçou então a cerimônia religiosa, com a participação do Padre Vidal, que desceu os degraus do altar e veio em nossa direção, olhando dentro de nossos olhos, falando para todos, e atingindo nossos corações e mentes, proferindo o mais profundo aconselhamento que já ouvimos durante toda a nossa vida. Obrigado Padre, o senhor alcançou seu objetivo, como sempre. As suas palavras estão gravadas e cravadas dentro dos corações de toda nossa família.

A missa continuou serena, quando uma movimentação chamou a atenção – era porque naquele momento, o grupo de GV e os jovens amigos iriam participar da missa para suas homenagens ao Carlos Nicola. Todos emocionados e com lágrimas nos olhos, deram o seu recado e o seu adeus. Lembro-me do Vitor Perim esticando fios e se movimentando, não sabia o que ele fazia, mas era o momento de exibir um vídeo produzido por eles sobre a vida de Carlos.

Nunca tinha visto a exibição de um vídeo em uma missa de 7º dia. Com uma música suave, mostrou o Carlos desde pequeno e então todos ficaram atônitos: começava a vida e a juventude dele na tela. Um batido forte e alto nas caixas de som – Vitor ficou maluco ou errou a música? Não, era simplesmente a voz rouca, potente e black da cantora preferida do Carlos, Amy Winehouse, fazendo o fundo do vídeo, cantando “Rehab”… olhos arregalados, os mais idosos não entediam nada. O vídeo mostrava suas viagens, seus ambiente universitário, seus colegas, sua universidade, suas ideias e sonhos e suas festas inesquecíveis aqui em nossa casa. Confesso que fiquei de ouvido na música e no som.

Contudo e inevitavelmente, meus olhos correram logo em direção o padre Vidal e ao diácono. Qual seria a reação deles? Ao ouvir Amy nas alturas dentro da igreja, numa missa de 7º dia? Surpresa: o Padre estava relaxado, sentado tranquilo, balançando as pernas. Olhei de novo e ele “dedilhava” nos braços da cadeira e balançava discretamente a cabeça no embalo da Amy.

Foi um relaxamento total de todos com tamanha ousadia de Vitor. Terminou o evento e tomamos rumo de casa, já com saudades e com a dor batendo a porta do nosso coração, mas cantarolando Amy Winehouse… com certeza lá de cima, Carlos sorria e batia palmas para tudo que aconteceu.

A RELIGIOSIDADE, A UNIÃO PELA FÉ, O CARINHO E A FORÇA DE TODAS AS PESSOAS, ATRAVÉS DE MENSAGENS E TEXTOS, foram muito importantes para ele e para a família no transcorrer de sua enfermidade.

E assim, desta maneira, a missa, dentro do nosso sofrimento, nos confortou e nos proporcionou momentos de alegria, através do profundo pronunciamento do Padre Vidal e da manifestação dos presentes e familiares.

Dizemos aos amigos de Valadares, do Rio, da república, da faculdade de medicina Unigranrio, de todos os lugares, VOCÊS FORAM TUDO PARA ELE. Por isso, serão sempre tudo para nós, e aqui fica registrada a homenagem de nossa família – Carlos Nicola, Romilda, Nicole, Natalia e Henrique, Nayara e Thiago – para sempre e em qualquer situação, mesmo nas adversidades, contem sempre conosco.